SOBRE

O Ginga-DF, BARU-LAB e Associação Cultural Faísca apresentam o AÚ MiDi - 3º Seminário de Mídias Digitais como um dos programas do 12ª Festival Taguatinga de Cinema. Este ano, o evento acontecerá novamente em parceria com a Universidade Católica de Brasília (UCB), no Campus Taguatinga.

O AÚ MiDi acontecerá no dia 10 e 11 de novembro de 2017 - das 8h às 12h e das 14h às 18h – e oferecerá ao público palestras e as pílulas digitais - oficinas gratuitas na Faculdade de Comunicação da UCB, localizado no Bloco M. As inscrições estarão abertas até o dia 11 de novembro no endereço http://festivaltaguatinga.com.br/festivalTagua/12/inscricao/pilulas.

Como tudo que permeia o ambiente tecnológico sofre atualizações, com o nosso evento não poderia ser diferente adotamos novo nome e ampliamos a discussão para novas mídias. O evento deixa de se chamar Seminário Ginga-DF de TV Digital para se chamar AÚ MiDi - Seminário de Mídias Digitais, isso tudo para oferecer mais conteúdo e acompanhar as inovações das mídias e tecnologias que estão disponíveis.

O nome é indispensável na prática da capoeira, um floreio que permite ao capoeirista aproximar-se ou afastar-se do oponente, armando ataques e executando defesas. Por esse motivo escolhemos esse nome e ainda assim não perdemos nossa GINGA e seguimos nos esquivando contra todos os GOLPES.

No AÚ MiDi, além das palestras também serão oferecidas várias pílulas digitais - oficinas de 04 de outubro a 11 de novembro, confira as datas das pílulas digitais oferecidas no item de menu "Pílulas Digitais - Oficinas". As inscrições são gratuitas e estarão abertas ao público até o dia 11 de novembro, respeitando respectivamente suas datas de realização.

É sempre um prazer oferecer à comunidade capacitação gratuita e de qualidade em Mídias Digitais.

Achou interessante nosso evento? Então ajude na divulgação publicando as hashtags #AuMiDi #midiasDigitais #SeminarioMidiasDigitais.

Não perca esta oportunidade! Faça parte deste grande evento! E o melhor de tudo! A INSCRIÇÃO É GRÁTIS.

Divulgue e participe!

AGENDA

Data

Dia 10/11/2017 das 8 as 12 horas e das 13 as 18 horas


Local

Universidade Católica de Brasília no Auditório do Bloco M localizado na EPCT QS 07 Lote 01, Taguatinga Sul - DF


Custo do Seminário

TOTALMENTE GRÁTIS E ABERTO AO PÚBLICO EM GERAL


Palestras

Horário

Palestra

8:00 as 8:30

Credenciamento e recepção dos participantes
8:30 as 9:00 Abertura
9:00 as 9:30

Tema - Brasil 4 D e a questão da interatividade

- Cosette Castro (UCB) - DF

9:30 as 10:00

Tema - TV Digital: o desligamento do sinal analógico e a adaptação dos telespectadores

- Alexandre Kieling (UCB) e Kênia Freitas (UCB) - DF

10:00 as 10:30 Intervalo
10:30 as 11:00

Tema - Roadmap de Evolução do Middleware Ginga

- Marcelo Ferreira Moreno (UFJF) - MG

11:00 as 11:30

Tema - O Ginga chega à população: mais de 10 milhões de conversores de TV Digital com Ginga C em distribuição

- Rafael Diniz (UNB) - DF

11:30 as 12:00 PERGUNTAS
12:00 as 13:00 Intervalo para almoço
13:00 as 14:00

Exposição de Jogos Independentes - BRING GAMES

14:00 as 14:30

Tema – Computação cognitiva aplicada as mídias digitais

- Zalkind Lincoln (IBM) - DF

14:30 as 15:00

Tema - Blockchain: conceitos e aplicações

- Paulo Jerônimo - DF

15:00 as 15:30 Intervalo
15:30 as 16:00

Tema - A independência dos Games: a evolução do mercado de jogos eletrônicos

- Saulo Camarotti (Behold Studios - Indie Ware House - Bring) - DF

16:00 as 16:30 PERGUNTAS
16:30 as 18:00

Exposição de Jogos Independentes - BRING GAMES

18:00 Encerramento

* A grade horária e os palestrantes podem mudar sem prévio aviso

Caso tenha uma sugestão ou projeto sobre Tecnologias Digitais e queira participar do nosso evento como palestrante, favor entrar em contato através do email watson@gingadf.com.br

PALESTRANTES


Marcelo Ferreira Moreno (UFJF) - MG


Professor Adjunto do Departamento de Ciência da Computação da UFJF desde 2011, onde integra o quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação. Possui Mestrado (2002) e Doutorado (2008) em Informática pela PUC-Rio. É Relator (líder) da Questão 13/16 (Multimedia application platforms and end systems for IPTV) da União Internacional de Telecomunicações (UIT-T) e Co-chair do Grupo Intersetorial em Integração Broadcast-Broadband (IRG-IBB). É também coordenador do GT de Middleware e membro suplente do Conselho Deliberativo do Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital (SBTVD). Sua principal área de interesse é Sistemas Multimídia, com foco em infraestrutura para comunicação multimídia, qualidade de serviço, máquinas de apresentação e modelagem/autoria hipermídia.

Cosette Castro (UCB) - DF


Pós-doutora em Comunicação pela Cátedra da UNESCO/UMESP em Comunicação para o Desenvolvimento Regional - Brasil; Doutora em Comunicação e Jornalismo pela UAB- Espanha. Pesquisadora Docente no Mestrado em Comunicação da Universidade Católica de Brasília (UCB). Coordena o Observatório Latino - Americano das Indústrias de Conteúdos Digitais (OLAICD). Vice Coordenadora do GT de Comunicação Digital, Redes e Processos da ALAIC. Participa da Red Auti - Red Íberoamericana de Estudios sobre TV Digital; e é Co-Coordenadora para América Latina da pesquisa sobre Ajuda Internacional para o Jornalismo e o Desenvolvimento na América Latina e África. Tem livros e artigos acadêmicos sobre comunicação digital, comunicação pública, televisão e conteúdos audiovisuais interativos publicados em português, espanhol e inglês. Mail: cosettecastro2012@gmail.com

Paulo Jerônimo - DF


É consultor, desenvolvedor, autor, instrutor e palestrante. Desenvolve em linguagens de programação e ferramentas executadas sob plataformas abertas ou proprietárias. Dá preferência a produção de softwares livres. Presente no mercado corporativo desde 1993, produz soluções com o uso de frameworks e de práticas ágeis. Detém vasta experiência em arquitetura, desenvolvimento e infraestrutura para o atendimento a requisitos não funcionais. Trabalha com softwares de missão crítica, escaláveis e tolerantes a falhas, executados por clusters de servidores de aplicações em nuvens computacionais públicas ou privadas. Atualmente, seu foco tem sido o desenvolvimento de soluções envolvendo o uso de Blockchain.

Alexandre Kieling (UCB) - DF


Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal de Santa Maria (1985), especialização em cinema e TV (2000) mestrado (2004) e doutorado (2009) em Ciências da Comunicação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Desenvolveu uma pesquisa sobre interatividade na TV, tendo feito estágio doutoral na Sorbonne Nouvelle Paris 3 , na França, sob a orientação do Professor François Jost. É professor do Programa de Mestrado em Comunicação e da Graduação em Comunicação da Universidade Católica de Brasília. Tem experiência em produção e gestão de realização audiovisual, especialmente em televisão. Atua e pesquisa com ênfase nos seguintes temas: digitalização das mídias, TV digital, televisão brasileira, interatividade, narratologia, conteúdos audiovisuais, conteúdos digitais. Coordena o Grupo de Pesquisa que estuda os conteúdos Digitais e Interativos.

Kênia Freitas (UCB) - DF


Pós-doutoranda do Programa de Mestrado em Comunicação da UCB. Doutora em Comunicação pela UFRJ. Mestre em Multimeios pela Unicamp. Formada em Comunicação Social/Jornalismo, Ufes. Possui pesquisa sobre documentário, tecnologias digitais e afrofuturismo. Integra o Elviras - Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.

Rafael Diniz (UNB) - DF


Bacharelado em Ciência da Computação pela Universidade Estadual de Campinas (2009) é mestre pela PUC-Rio (2015). Está cursando doutorado em Informática na Universidade de Brasília (UnB). Tem experiência na área de TV e Rádio Digital (broadcasting), sistemas hipermídia e multimídia, middleware Ginga e de questões ligadas a gestão do espectro eletromagnético. Pesquisador do Lab. Telemídia da PUC-Rio (desde 2013) e do Grupo de Processamento Digital de Sinais da UnB (desde 2016). Colabora com projetos de redes livres e comunitárias de comunicação, com especial interesse naquelas operando em HF.

Saulo Camarotti (Behold Studios - Indie Ware House - Bring) - DF


Formado em Ciência da Computação pela Universidade de Brasília e pós-graduado em Jogos Digitais no IESB-DF, é co-fundador da Behold Studios, criadora dos premiados Knights of Pen & Paper e Chroma Squad. Com mais de 50 prêmios e nomeações internacionais, os jogos do estúdio atingiriam mais de 3 milhões de jogadores por todo o mundo. Atualmente, Saulo é fundador do espaço coworking Indie Warehouse, Diretor Regional do Centro-Oeste da Abragames, organizador do BRING - Mostra Brasiliense de Indie Games, produtor de jogos e diretor criativo na Behold Studios, e professor de filosofia na Nova Acrópole.

http://beholdstudios.com.br/

EDIÇÕES ANTERIORES

PÍLULAS DIGITAIS - OFICINAS

Data

As oficinas acontecerão durante os meses de outubro e novembro, fique atento(a) a data de cada oficina.


Custo das Oficinas

TOTALMENTE GRÁTIS E ABERTO AO PÚBLICO EM GERAL


Alex Vidigal (UCB) - DF


Oficina: Você com seu celular também pode fazer um curta-metragem

Dia: 04/10/17 (quarta-feira) - 8h30 às 12h no Teatro da Praça

Com o amplo desenvolvimento das tecnologias e mídias na Era Digital, os processos de gravação audiovisual não é mais exclusivos das câmeras de cinema e TV, agora é possível fazer registros com smartphone e tablet. Dentro dessa possibilidade a oficina "você com seu celular também podem fazer um curta-metragem" trará a reflexão de como pode ser utilizado o seu celular para desenvolver o mínimo da linguagem audiovisual e como sua gravação será desenvolvida nas etapas de produção: pré-produção, produção (registro) e pós-produção.

Alex Vidigal Rodrigues de Sousa é graduado em Comunicação Social pela Universidade Católica de Brasília (2007). Em 2009 tornou-se professor da Faculdade Projeção em disciplinas relacionadas ao campo do audiovisual. No ano seguinte, após pleitear uma vaga na docência em um concurso na Universidade Católica de Brasília, foi aprovado para ministrar aulas no campo do audiovisual para as habilitações de Jornalismo e Publicidade dentro da Comunicação Social. Em 2011 tornou se especialista pela especialização em Artes Visuais: Cultura & Criação do SENAC na Rede EAD Senac - Centro Nacional de Educação a Distância. No período de 2011 à 2013 foi Coordenador do CRTV na UCB. Em 2014 defendeu a dissertação A Representação da Violência no Faroeste Italiano se tornando mestre pela Universidade de Brasília. Tem vasto conhecimento na área da Comunicação, com ênfase em imagem e som, especificamente na parte teórica e prática. Sua experiência de trabalho e atividades privilegiam as áreas de produção de vídeos institucionais, publicitários, ficcionais, documentários e etinográficos, projetos de extensão e cobertura de eventos. Atualmente está envolvido com projetos audiovisuais: com caráter cultural na cidade de Brasília e pela pesquisa em outras cidades do Distrito Federal.

Neggata  (Youtuber) - DF


Oficina: O poder da representatividade negra nas redes sociais

Dia: 11/10/17 (quarta-feira) - 14h30 as 18h na EIT

Vivemos em uma era onde as informações são mais rápidas e democráticas. Grande parte disso devemos as redes sociais que permitem que "pessoas comuns" transforme mentes de "senso-comum", tudo através de suas vivências e conhecimentos. A era das social mídias vem atrelado de empoderamento de boas representatividades. O que é representatividade? E porque ela é tão importante nos dias de hoje? Porque o ativismo negro têm mudado a forma das marcas e da sociedade enxergar essa vasta diversidade que compõe as mulheres negras?

Esse é um das respostas que a Neggata tenta contribuir nessa oficina.

Ela se chama Lorena Monique, mas na internet é conhecida apenas como Neggata. Esse, aliás, também é o nome do canal do Youtube onde ela aborda temas como cultura negra e empoderamento feminino, mostrando toda a sua atitude. Dona de um estilo único, é movida por mudanças e seu visual não nega essa característica, já que ela sempre está com um cabelo diferente.

Grilo (Radiola Design) - DF


Oficina: Oficína de fotos e gifs para internet

Dia: 18/10/17 (quarta-feira) - 14h30 as 18h na EIT

Nessa oficina vamos abordar diversos aspectos dessa forma de comunicação. Os módulos foram divididos para contemplar desde a ideação e conceitos básicos até a produção de uma peça.


  1. Portfólio de gifs e afins.
  2. Breve Histórico e Panorama. 
  3. Conceitos básicos de animação/repetição.
  4. Da ideação ao produto.
  5. Linha do tempo/softtware.

Daniel Grilo é brasiliense, ilustrador, músico e diretor de criação.Foi um dos criadores do coletivo Família design, de Brasília. Em 2007 mudou-se para São Paulo, trabalhando como diretor de criação na agência de marketing digital Alfaiataria, depois como design sênior na LEN Comunicação e Branding e finalmente como diretor de criação na agência de conteúdo Recheio. Realizou desde trabalhos de ambientação para empresas como Walmart e Rhodia, até conteúdo digital para empresas como Nestlé, Faber-Castell e Burger King. Em 2016 voltou para Brasília e em 2017 ingressou na Radiola Design e Publicidade, onde cuida do conteúdo digital de empresas como Marvin, Honda [Plaza Motors] e Brasília Harley-Davidson. Também faz parte da banda Komodo.

Francisco Jardim - DF


Oficina: Marketing Digital, por onde começar?

Dia: 25/10/17 (quarta-feira) - 8 às 12h no Teatro da Praça

Você entendeu que vende mais quem está· na internet, né? Mas como começar a divulgar os seus produtos e serviços usando das mídias sociais digitais. Quais são os primeiros passos? O que vale mais a pena investir? Site, facebook ou anúncios no google?

São muitos os desafios para iniciar suas divulgações na web. Mas ao longo de 14 anos de experiência em Comunicação e Marketing, entendi que quando ensino os princípios básicos da comunicação para meus clientes se torna muito mais fácil e natural usar das mídias sociais para se promover. E ainda fazendo isso com integridade, sendo útil para sua audiência e se conectando cada dia mais com o seu propósito de vida.

Venha entender como gerar resultados para seu negócio usando de uma comunicação com propósito e valores humanos.

Francisco Jardim (Kazim) é formado em Comunicação Social, Radialista e Gestor de Marketing. Há 14 anos trabalha no mercado de comunicação de Brasília, em grandes agências de publicidade e na Rede Globo. Atualmente é autônomo, designer gráfico e web, gestor de marketing consciente focado em ensinar, profissionais liberais e pequenas empresas a aumentarem seus resultados por meio do marketing digital.

Nina Rodrigues e Karina Perpétuo - DF


Oficina: Cobertura do Festival nas redes sociais

Dia: 28/10/17 (sábado) - 10 às 17h na EIT

Oficina dedicada aos alunos das pílulas digitais com o propósito de fazê-los pôr em prática os conhecimentos e saberes adquiridos, preparando-os para realizar em grupo a cobertura do Festival de Cinema de Taguatinga nas redes sociais.



Nina Rodrigues é formada em Jornalismo, estudou documentário, edição e roteiro cinematográfico na EICTV, Escuela Internacional Del Cine Y TV, em Cuba.



Karina Guimarães Perpétuo é graduada em Comunicação Social, pós-graduada em Dinâmica dos Grupos e em Jogos Cooperativos, facilitadora de metodologias conversacionais, participativas e cooperativas. Brasiliense, 44 anos, mãe, caçadora de si, ativista do partido "Gargalhando Venceremos”. Seu interesse está onde a inteligência coletiva e a força da comum-unidade é convidada a atuar.

Paulo Jerônimo - DF


Oficina: Blockchain: entendendo e utilizando o Ethereum

Dia: 11/11/2017 (sábado) 9 às 12:30 horas na Universidade Católica de Brasília

Esta oficina apresentará como funciona o Ethereum demonstrando seus conceitos e aplicações sob a ótica de programadores. O Ethereum é uma plataforma descentralizada capaz de executar contratos inteligentes e aplicações usando a tecnologia Blockchain. Aplicações executadas no Ehtereum funcionam sem qualquer possibilidade de censura, fraude ou interferência de terceiros.

Paulo Jerônimo é consultor, desenvolvedor, autor, instrutor e palestrante. Desenvolve em linguagens de programação e ferramentas executadas sob plataformas abertas ou proprietárias. Dá preferência a produção de softwares livres. Presente no mercado corporativo desde 1993, produz soluções com o uso de frameworks e de práticas ágeis. Detém vasta experiência em arquitetura, desenvolvimento e infraestrutura para o atendimento a requisitos não funcionais. Trabalha com softwares de missão crítica, escaláveis e tolerantes a falhas, executados por clusters de servidores de aplicações em nuvens computacionais públicas ou privadas. Atualmente, seu foco tem sido o desenvolvimento de soluções envolvendo o uso de Blockchain.

Leonardo Segala (DFJUG) - DF


Oficina: Elastic.co - dashboards interativos com dados do Twitter

Dia: 11/11/2017 (sábado) 14 às 18:00 horas na Universidade Católica de Brasília

Visando explorar a parte de análise focado em marketing digital. Nosso objetivo será demonstrar as funcionalidades básicas da suíte básica do elasticsearch para que possamos conectar a uma conta real do twitter, armazenar seus dados no elasticsearch e em seguida visualizar em tempo real esses dados através de um dashboard personalizado.

Leonardo Segala é desenvolvedor Java, Líder de comunidade. Tenho mais de 10 anos de experiência com linguagens de programação com foco web. Entusiasta em data science.

DIVULGAÇÃO

Desenvolvido por